Sites Grátis no Comunidades.net
Translate to English Translate to Spanish Translate to French Translate to German Google-Translate-Portuguese to Italian Translate to Russian Translate to Chinese Translate to Japanese
Enquete CCB
O que é mais difícil na caminhada cristã?
Os levantes do inimigo
Esperar o tempo de Deus
Passar pelo deserto
Enfrentar a solidão
Ver Resultados

Rating: 3.3/5 (92 votos)




ONLINE
2





Partilhe este Site...



VOCE ESTA OUVINDO AGORA A:

VOZ DA ESPERANÇA - 24HS NO AR

Organizado da radio voz da Esperança.

Thiago Camilo e Cooperadores

Lembrando irmãos que são hinos de suplicas a Deus, da CCB.





Total de visitas: 40164
A Administração da CCB
A Administração da CCB

ADMINISTRAÇÃO NA CCB

A Congregação Cristã possui uma administração, embora os membros saibam pouco sobre ela, porque na CCB, a parte material é tratada com muita discrição. uma pessoa mesmo após ser batizado, demora para descobrir ou não sabe que a igreja tenha um presidente. Ainda hoje há irmãos que só veem a parte espiritual da obra, não conseguindo imaginar o tamanho da estrutura administrativa que existe para manter a igreja funcionando, no seu aspecto organizacional. Hoje, pela internet, recebemos uma avalanche de informações, sendo a maior dificuldade, separar o joio do trigo.

Esta administração possui presidente, secretário, tesoureiros, suplentes, obedece a regras específicas e conta com o trabalho técnico de muitos irmãos. Assim como o ministério espiritual, os irmãos que trabalham ou auxiliam na administração da igreja, não recebem nenhuma remuneração, mas, se for necessário, pode-se contratar profissionais da área.

A necessidade de um corpo administrativo, surgiu com o crescimento da Igreja, e já em 1936, ao findar a Assembléia Geral do ministério em São Paulo, foi eleita a Administração para gerir as coisas materiais da Congregação, com a constituição de presidente, tesoureiro, secretário e vice-secretário e um Conselho Fiscal.

Desde então, os administradores cuidam da parte material da CCB, prestando conta ao ministério espiritual e às autoridades, conforme a legislação determina. Segundo os ensinamentos antigos, anciães e cooperadores não devem tocar em dinheiro, deixando para aos administradores esta tarefa.

Assembléia Geral

A Assembléia Geral da irmandade local da Congregação, realizada anualmente nas sedes administrativas, de acordo com o Estatuto, é o órgão que serve para confirmar os integrantes dos cargos administrativos, indicados pelo ministério, e onde são apresentadas aos membros as contas referente ao ano anterior, informando o quanto foi arrecadado e onde foi gasto o dinheiro da irmandade.

Nesta Assembléia Geral da irmandade loca, são apresentados e empossados os membros da administração daquela região administrativa: Presidente, Secretário e Tesoureiro e os integrantes do Conselho Fiscal e vices, se houver necessidade.

Na verdade são os administradores que representam legalmente a CCB e seus membros possuem mandato de três anos, mas geralmente são mantidos nos cargos.

Administração e Atribuições

Os administradores possuem tarefas específicas dentro da região administrativa do município, sendo responsáveis pela anotação, controle e gestão da arrecadação, das contas bancárias e do patrimônio da Congregação Cristã, em comunhão com o ministério espiritual.

Conforme a necessidade, podem ser criados departamentos específicos para cuidar de engenharia, construções, compras de materiais, informática, etc.

Os administradores da CCB contam com um programa de computador para gestão e um portal chamado CCBINFO, conectando as milhares de administrações, facilitando a tarefa, permitindo maior controle administrativo e prestando auxilio aos administradores.

A CCB está dividida em Regionais Administrativas, onde administradores e diversos profissionais da área contábil, jurídica, auxiliam as administrações dos municípios que compõe aquela regional. Estas Regionais estão localizadas nas sedes regionais, onde se realizam Reuniões de Ensinamentos Regionais. 
Legalmente só há uma administração por município, mas cada Congregação possui irmãos trabalhando na parte administrativa da igreja, junto ao ministério espiritual.

Conselho Fiscal

Composto de três membros, indicados pelo ministério e localizados em cada Administração, tem por missão fiscalizar os atos administrativos, as documentações, etc, dando o seu parecer se tudo estiver em boa ordem.

Segundo os ensinamentos: O Conselho Fiscal foi constituído para examinar criteriosamente cada documento de despesas da Administração, bem como, outros documentos referentes à mesma área administrativa. Portanto, deve haver amplo acesso para o Conselho Fiscal a essa documentação.

O Conselho Fiscal, vistoriando mensalmente os documentos, ao chegar ao término do ano a tarefa estará concluída, bastando unicamente emitir e assinar o parecer para aprovação das contas do balanço.

Conclusão

Na internet há gente criticando o modelo administrativo da CCB por diversos motivos. Como já alertei no meu post Material CCB, prezados irmãos que estão recentemente tendo acesso à internet e a estas críticas, não se deixem seduzir. A CCB possui um setor jurídico e muitos irmãos profissionais cuidando desta área administrativa. Ninguém é burro ou estúpido no trato dos negócios de uma denominação centenária como é a CCB. Quem desejar detalhes de como funciona a CCB na parte material, fale com os irmãos administradores, que não se negarão a dar esclarecimentos.

Quem critica o modelo administrativo, dizendo que os administradores deveriam ser eleitos, que deveríamos ter carteirinha de membro, etc, esquecem de olhar em volta e notar que estes procedimentos já existem em muitas denominações, mas nem por isso, garantem uma administração isenta de falhas e um governo eclesiástico sem problemas. Precisamos de Deus em tudo, pois, sem Ele, nenhum modelo administrativo funciona, pois são homens que compõe a governança e a administração da igreja. Quando os homens se deixam guiar pelo Espírito Santo, tudo contribui para a glória de Deus, por Jesus Cristo.